Out of This World: Um Clássico no real sentido da palavra!


Post escrito por: luissevero | 03/10/2012 | 00h05min






Olá, meu nome é Luis Fernando e ,a partir de hoje, sempre que der, postarei aqui nessa bagaça dicas de jogos clássicos (também colocarei de jogos novos, se for o caso). E eu não podia começar com outro jogo que não fosse Out of This World, um clássico dos clássicos!



Este jogo foi originalmente criado para rodar em um computador pessoal chamado AMIGA, que foi criado pela empresa canadense Commodore International, e também para o console Atari ST, mas aqui eu falarei da versão mais conhecida, que foi lançada no nosso querido Super NES.

Eu tenho uma história bem interessante com esse jogo para contar. Quando eu tinha 12 anos eu fui locar algumas fitas na locadora(é, sou do tempo que se alugava fitas ainda). Foi quando me deparei com Out of This World pela primeira vez. O dono da locadora me falou que esse jogo era muito difícil, que era pra pessoas mais velhas. Porque ele foi falar isso! Isto me serviu como um combustível para eu levar a fita pra casa. E não é que o viado tinha razão! Realmente, neste jogo você perde as contas de quantas vezes morre no decorrer da jogatina.


Cheguei a ter pesadelos nesta parte!!

Agora sobre a história do jogo: o seu personagem se chama Lester Knight Chaykin, um jovem gênio da ciência. Na cutscene inicial ele chega em seu laboratório com sua Ferrari(é, o cara era foda!). Ele está desenvolvendo um acelerador de partículas para fazer uma “simulação” do big bang(eu já ouvi falar sobre isso em algum lugar...). Estava acontecendo uma tempestade naquela hora. É quando exatamente na hora em que as partículas se chocam cai um raio no laboratório, o que ocasiona na abertura de um portal no tempo e espaço(aquela velha ladainha) e o nosso herói é transportado para um outro mundo(tcharam!).

Logo de cara você sai em uma espécie de piscina, e você já tem que lutar para sobreviver, pois tem um ser com uns tentáculos dentro da mesma louco para fazer de você seu almoço. E você tem que se virar, pois nada é expicado sobre a jogabilidade, não tem tutorialzinho como nos jogos de hoje(isso que é jogo de macho, porra!). Falando mais sobre a jogabilidade, ela é no estilo Prince of Persia(o clássico), e também do Flashback(outro clássico, talvez tenha post sobre esse jogo futuramente!). Você precisa ter uma precisão para não errar os pulos, nada que com o tempo você não se acostume. No começo você está desarmado, mas já na segunda fase( quando o seu personagem é levado preso pelos seres que habitam o estranho planeta junto com um ser da própria raça deles ) você consegue uma arma.

Uma coisa muito bacana deste jogo é que não é explicado em momento algum em que planeta se passa a história, nem quem são os seres que habitam o planeta, fica tudo na sua imaginação. Eu acho isso sensacional, pois dá um clima de “mistério” no jogo.Não falarei mais sobre a história do jogo para não estragar a surpresa. Só adianto o seguinte: o fim do jogo é um dos mais épicos que já vi na minha vida!! Sobre o tempo de jogatina, quando você já sabe o que tem que fazer pode levar menos de meia hora para acabar o jogo. Mas aí é que está o problema! Além do jogo ser extremamente difícil tem certas partes em que você precisa usar a cabeça para descobrir o que fazer.

Para concluir, para quem é fã de games clássicos, nem preciso dizer que Out of This World é indispensável, nem que seja ao menos para conhecer o game. Se você, felizardo que não precisa alugar fita na locadora, ainda não jogou, baixe e jogue imediatamente.

Este foi o meu primeiro post sobre qualquer coisa na net. Desculpem quaisquer eventuais erros de português que encontrarem pelo caminho. Escrevam nos comentários sobre o que acharam deste e dos outros posts que serão adicionados. E viva os clássicos do Super NES!!


Nenhum comentário :

Postar um comentário